Diário NFL

Dez anos do melhor time da história - New England Patriots 2007

Danilo Muller

16/08/2017 17h30

Dez anos do melhor time da história – New England Patriots 2007

Nenhum time da história dominou tanto quanto o New England Patriots em 2007, atropelando todos os adversários, flertando com a perfeição e por obra do acaso e uma jogada bizarra, acabou  sem o título do Super Bowl XLII.

  • O passado recente

O New England Patriots vinha de 6 participações nos playoffs em 7 anos, 5 títulos seguidos da AFC Leste, 2 títulos do Super Bowl  em 2003 e 2004 e uma eliminação dolorida no ano anterior para o rival Indianapolis Colts na final da AFC após estar vencendo por 21 a 3.

  • Perdas e contratações  

Perderam algumas peças, running back Corey Dillon, peça importante nos títulos pediu para sair, e o tight end Daniel Graham foi para Denver.

Tragicamente, o defensive end Marquise Hill morreu afogado nas férias após cair de um jet ski. Ele não sabia nadar e não usava colete.

Colocaram a franchise tag no cornerback Asante Samuel e renovaram com alguns veteranos Junior Seau, Randall Gay, Troy Brown, Ty Warren, Heath Evans, Billy Yates, Larry Izzo, Rashad Baker, Gene Mruczkowski e o QB reserva Vinny Testaverde.

Draftaram Brandon Meriweather e Kareem Brown que foram mais relevantes no futuro.

Para o ataque contrataram running back Sammy Morris, tight end Kyle Brady wide receivers Donté Stallworth e Kelley Washington. Na defesa trouxeram linebacker Adalius Thomas que foi ao Pro Bowl e os cornerbacks Tory James e Eddie Jackson.

Ofereceram uma escolha de 2ª e 7ª rodadas para adquirir Wes Welker do Miami Dolphins e uma escolha de 4ª rodada para adquirir Randy Moss do Oakland Raiders, estava formado o ataque mais pontuador da história.

  • A temporada 2007

A temporada começou com controvérsia, o técnico Bill Belichick foi multado em 500 mil dólares, o time em 250 mil e perderam uma escolha no Draft após um treinador ser pego fazendo filmagem ilegal dos sinais do New York Jets, escândalo conhecido como “Spygate“.

Mostrando o poderio das novas armas do ataque, o Patriots marcou 38 pontos nas 3 primeiras partidas da temporada e uma sequência de oito partidas seguidas com mais de 34 pontos marcados.

Marcando praticamente sempre no primeiro drive, tiveram 12 partidas com mais de 30 pontos, 4 partidas com mais de 40 pontos e 2 com mais de 50.

A defesa era sólida contra o jogo aéreo contando com boa pressão ao quarterback, foram 12,5 sacks de Mike Vrabel, o melhor cornerback da época Asante Samuel e o destruidor  Rodney Harrison; e sempre na frente do placar, controlava o jogo corrido, Vince Wilfork parava tudo pelo meio, e os linebackers Tedy Bruschi, Junior Seau e Adalius Thomas eram máquinas de tacklear.

Por 12 partidas frustraram o ataque adversário de passar das 100 jardas corridas e por 5 jogos da marca de 60 jardas.

  • Os recordes

O ataque teve números espetaculares durante toda a temporada, batendo inúmeros recordes, muitos duram até hoje, foram 75 touchdowns marcados , 589 pontos marcados e 315 pontos de vantagem no placar durante a temporada regular.

Foram 10 vitórias por mais de 20 pontos, 14 por mais de 10 pontos e 4 por mais de 30,

Tom Brady distribuiu bem a bola durante toda a temporada, passou 8 vezes da marca de 300 jardas, teve 2 recebedores com mais de mil jardas (Moss e Welker), terminou a temporada com 4.806 jardas, 50 TDs (recorde batido por Manning em 2013) e apenas 8 interceptações.

https://www.youtube.com/watch?v=6x0Ae74d7RQ

Wes Welker liderou a liga em passes recebidos com 112 para 1.175 jardas, Randy Moss teve 98 recepções para 1.493 jardas e 23 touchdowns, recorde da NFL. Jerry Rice teve 22, demais no máximo 18.

Oito jogadores foram selecionados ao Pro Bowl QB Tom Brady, C Dan Koppen, T Matt Light, G Logan Mankins, WR Randy Moss, CB Asante Samuel, LB Mike Vrabel e DT Vince Wilfork e nova foram All Pro, com a adição de Wes Welker.

https://www.youtube.com/watch?v=yNxr1bWT-ac

Os jogos mais importantes

Semana 6 – 48 @ 27 Dallas Cowboys

Na batalha de invictos (5-0), Patriots e Cowboys fizeram o jogo da temporada regular mais assistido desde 1996. New England mais uma vez marcou na primeira campanha e abriram 14 a zero após 3 punts seguidos de Dallas. O adversário voltou ao jogo com passe de Tony Romo para Terrell Owens e virou no começo do 3º quarto para 24 a 21. Depois disso Tom Brady assumiu o jogo, marcou mais 2 touchdowns de passe, 5 no total, um recorde da franquia.

Semana 9 – 24 @ 20 Indianapolis Colts

Pela primeira vez na história,  dois times invictos se enfrentavam tão tarde na temporada, o Patriots de Brady (8-0) contra o Colts de Peyton Manning (7-0) no jogo mais assistido do domingo à tarde desde 1987 na revanche da final da AFC do ano passado. O jogo era chamado de Super Bowl XLI 1/2. O jogo mais antecipado da temporada e mais difícil, vários turnovers e field goals, primeiro placar baixo, só conseguiram a virada faltando 3 minutos para acabar em passe de Tom Brady para touchdown de Kevin Faulk.

https://www.youtube.com/watch?v=_C_PlpSLp6E

Semana 12 – 31 x 28 Philadelphia Eagles

O Patriots passou aperto contra o Eagles comandado por AJ Feeley que substituía Donovan McNabb machucado. Foi Asante Samuel que garantiu o placar apertado com duas interceptações nos 5 minutos finais de jogo.

Semana 13 – 27 x 24 Baltimore Ravens

Willie McGahee e a defesa do Baltimore Ravens deram uma canseira no Patriots e lideraram o jogo até os minutos finais. Uma campanha cheia de faltas marcadas contra a defesa do Ravens reclamadas até hoje e um timeout chamado na hora errada pelo coordenador defensive Rex Ryan, mantiveram os Patriots vivos que marcaram em passe para Jabar Gaffney para vencer a partida.

Semana 14 – 34 x 13 Pittsburgh Steelers

Pittsburgh foi ao Gillete Stadium com a campanha 9-3, querendo medir forças mas foi atropelado pelo Patritos que marcou até em passe lateral de Randy Moss para Brady que passou para Gaffney. A vitória contra o rival garantiu ao time descanso na primeira semana dos playoffs.

Semana 16 – 28 x 7 Miami Dolphins

O péssimo Dolphins (1-13) de 2007 jogava pela honra e pelo time de 1972, o único time da história a terminar uma temporada invicto, apesar de forçar 4 turnovers, não teve sucesso.

Semana 17 – 38 @ 35 New York Giants

Patriots e Giants já estavam nos playoffs e o jogo não tinha relevância na classificação, a não ser a temporada regular perfeita do Patriots. O jogo seria transmitido apenas pela NFL Network, canal fechado que não era disponível em todas as operadoras e pela importância da partida e do clássico entre Boston e Nova York, chegaram a um acordo de passar também nos canais abertos CBS e NBC, o primeiro jogo transmitido por mais de um canal desde o Super Bowl I.  Foi um tiroteio entre Brady e Eli Manning, com o Patriots abrindo 38 a 28 e segurando o adversário no final.

O Patriots se tornou apenas o quarto time da história a terminar a temporada regular invicto, se juntando ao 1972 Miami Dolphins (14-0), 1942 Chicago Bears (11-0) e  1934 Chicago Bears (13-0).

https://www.youtube.com/watch?v=i5xHPD2SpNw

Semifinais de Conferência – 31 x 20 Jacksonville Jaguars

O Patriots só foi chutar um punt nos segundos finais da partida. Tom Brady teve um jogo praticamente perfeito, acertando 26 de 28 passes (92,9%) para 263 jardas e 3 touchdowns, enquanto o running back Laurence Maroney somava 162 jardas no total.

Final da AFC – 21 x 12 San Diego Chargers

Brady foi interceptado 3 vezes e dessa vez quem ganhou o jogo foi o jogo corrido e a defesa. Maroney 122 jardas e 1 touchdown, enquanto a defesa segurava o Chargers para apenas field goals.

Super Bowl XLII – New York Giants

Diferente do primeiro encontro entre os times na última semana da temporada regular (73 pontos marcados), dessa vez foram as defesas que dominaram, o Patriots liderava por 7 a 3 no começo do 4º quarto quando Eli Manning acertou Kevin Boss que ganhou 45 jardas e após algumas corridas de Ahmad Bradshaw, Manning achou David Tyree dentro da endzone para colocar o Giants na frente do placar faltando pouco mais de 10 minutos.

Muito pressionado, foram 5 sacks e um fumble no jogo, Brady comandou uma campanha de 80 jardas em 8 minutos Brady achou Randy Moss que tinha deixado o marcador no chão, dentro da endzone para colocar o time na frente de novo faltando 2:38.

Tendo que avançar 83 jardas, o Giants precisou de muito coração e um milagre. Brandon Jacobs conseguiu arrancar duas jardas em uma 4ª descida para 1 antes do meio de campo. Asante Samuel teve a chance de fazer a interceptação da vitória, mas a bola escapou e na jogada mais impossível de toda a história do Super Bowl, Eli Manning, não se sabe como,  escapou do defensive end Jarvis Green e fez um passe para David Tyree, que mesmo marcado por Rodney Harrison, conseguiu receber a bola com uma mão e o capacete.

O momento do jogo virou.

Eli Achou logo depois Steve Smith que ficou a 12 jardas da endzone. Na jogada seguinte, a defesa do Patriots mandou 6 na pressão e Eli conseguiu achar Plaxico Burress que fez um corte de rota perfeito, se livrando do marcador Ellis Hobbs, e marcou o touchdown para definir a maior zebra da história do Super Bowl e o fim da temporada perfeita.

https://www.youtube.com/watch?v=VQ5wDbaVJ3A

Os números da temporada

.PARTIDAS ATAQUE   DEFESA   
Sem  PassadasCorridasTotalTOsPassadasCorridas TotalTOs
1Patriots 38 @ 14 Jets1-02971344310167602270
2Patriots 38 x 14 Chargers2-02631444072149522013
3Patriots 38 x 7 Bills3-03081774851831101932
4Patriots 34 @ 13 Bengals4-02311734041226572832
5Patriots 34 x 17 Browns5-02651474120261923534
6Patriots 48 @ 27 Cowboys6-0373754481186992851
7Patriots 49 @ 28 Dolphins7-03598444312031793822
8Patriots 52 x 7 Redskins8-03341524861177472244
9Patriots 24 @ 20 Colts9-023710534222101193292
10Descanso
11Patriots 56 @ 10 Bills10-03831275100151782292
12Patriots 31 x 28 Eagles11-0362484100336553913
13Patriots 27 @ 24 Ravens12-02369032612101663762
14Patriots 34 x 13 Steelers13-03992242101681813491
15Patriots 20 x 10 NY Jets14-01341312651144902342
16Patriots 28 x 7 Dolphins15-020419640041331082410
17Patriots 38 @ 35 NY Giants16-0346443900237793161
DIVPatriots 31 x 20 Jaguars17-02581454030270803502
AFCPatriots 21 x 12 Chargers18-019814934732071043112
SBPatriots 14 x 17 NY Giants18-1229452741247913381

Com a manutenção da ótima defesa do ano passado, Tom Brady jogando no melhor nível da carreira, a volta de Rob Gronkowski e a chegada de Brandin Cooks, muitos acreditam em uma temporada similar com a de 2007.

Acredita que podem repetir a temporada regular perfeita ? O que você lembra da temporada 2007?

 

Sobre o autor

Jornalista, formado na Universidade Estadual da Paraíba, trabalhou na TV Borborema, Correio Braziliense, Jornal da Tarde e Folha de São Paulo.

Sobre o blog

Um espaço sobre esportes olímpicos, não-olímpicos, paraolímpicos, futebol e um pouco do que é dito sobre isso tudo na Praça dos Três Poderes, em Brasília.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Blog do Danilo Müller
Topo